sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Feliz 4711 para todos! ! !

Ficaremos sem contato pela internet por umas semanas. Mas não é nenhum fim do mundo (hehehe)! ! !
Para todos:
Feliz ano que nasce... Boas festas... Muito amor e paz...
Feliz 4711!
O ano da SERPENTE ÁGUA, vulgo 2013.

Assim como a água escoa através de qualquer barreira, também a serpente nascida sob este elemento fará uma introspecção profunda.
Esta serpente é abençoada de um forte carisma e uma natureza inquisitiva. Sempre muito ocupado e materialista, a serpente da água possui habilidades e um grande poder mental de concentração. Pode impedir a distracção, e desprezar situações sem importância para o planeamento total e eficaz. Nunca perde de vista os seus objectivos ou sai da realidade. 


Artístico e bom leitor, a serpente intelectual da água é também prático. É perito em controlar as pessoas assim como as finanças. Não se deixe enganar pela aparência, na realidade esta pessoa particular da serpente tem uma memória longa. Poderia ter a paciência do trabalho combinada com a mordida de uma serpente rei.

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Um pouquinho de seu tempo... Um pouquinho de você...



Doar sangue é um dos atos mais simples e ao mesmo tempo altruístas que podemos fazer. Literalmente fazer o bem, sem olhar a quem. Gostaria muito que vocês divulgassem esse post, mas não precisa ser aqui pelos botões de compartilhamento do site. Deixei um pontilhado logo abaixo do primeiro “quem doa sangue salva vidas”, todos estão autorizados a cortar a imagem ali e usar em seus blogs, facebook e demais veículos de comunicação (não é necessário a identificação do mentirinhas ou minha). Enfim, só divulguem a ideia :)
PS: A Sra Coala é uma profissional treinada, não tentem fazer isso em casa.
PS2: Nenhum coala foi ferido na produção deste post.

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Programação das atividades deste próximo final de semana da Sanga Águas da Compaixão

A prática tradicional Soto Zen Japonês nas Terras Gaúchas!
Problema na visualização deste e-mail?
Ver esta mensagem no seu browser.
Sanga Águas da Compaixão
Jisui Zendô - Comunidade Zendo Sul

Programação das atividades deste próximo final de semana da Sanga Águas da Compaixão

Nota: Devido à viagem da Monja, não haverá atividade formal na 3a, 4a, 5a, ou 6a (dias 111 a 14), retornando às atividades normais no sábado, com Meditação na Usina.

Nota: Teremos 
Meditação na Usina no sábado, dia 15, a partir das 11 hs.

Nota:
Terminou o primeiro módulo do  
Curso: Fundamentos do Zen, Módulo I, ministrada pela Monja Isshin - mas o estudo continua! De uma forma menos formal, vamos estudando material suplementar toda 5a-feira até retomar o Curso Fundamentos do Zen com o Módulo II em março.. Venham todos!

Sábado, dia 15 dezembro 2012
16:30 hs - Prática Regular (aberta a todos)
18:00 hs - 
Palestra Especial "Meditação e Ciência", da pesquisadora Prof. Dra. Elisa Harumi Kozasa (Universidade Federal de São Paulo) - sujeito à confirmação 

Domingo, dia 16 dezembro 2012
14:00 hs - Baika (Música Budista) - aberto a todos, doação sugerida: R$ 10 (não-associados/não cotistas)
16:30 hs - Prática Regular (aberta a todos)

Nota: nenhum praticante sincero será barrado das atividades devido a questões financeiras. Nestes casos, converse com a Monja Isshin.

Jisui Zendô - casa-sede da Sanga Águas da Compaixão - R. Eliziário Goulart da Silva, 93 - Bairro Cristo Redentor (antiga Rua Vista Alegre, atrás do Hospital Cristo Redentor).
Telefone: (51) 3085-7476 - E-mail: aguasdacompaixao@gmail.com
Ver 
as mãos das ruas para chegar de carro no Google Maps.
 
Para os plantonistas da Sanga:
- a próxima aula do Baika será no dia 22 de dezembro.

Lembro a todos que a participação nas atividades pode ser parcial ou intetegral , pois os praticantes podem chegar e sair livremente, de acordo com as suas necessidades.

Nota 1:  Devido ao pouco material de boa qualidade disponível sobre o zen na língua portuguesa, é muito importante iniciarmos um projeto de traduções. Assim, se você tiver disponibilidade para colaborar, como voluntário, com traduções (inglês, espanhol ou japonês), ficaremos muito contentes em contar com você! Você pode simplesmente responder esta mensagem me passando as informações básicas: nível de habilidade em quais línguas e disponibilidade como tradutor. Muito obrigada.
Nota 2: se alguém tiver habilidades de Webdesign ou de Artes Gráficas, e disponabilidade para oferecer colaboração como voluntário, por favor, entre em contato comigo.

Cuidem-se bem!
Gassho,
Monja Isshin

Próximas Atividades Especiais:
1) 15 dezembro - Meditação na Usina
2) 15 dezembro -  Palestra Especial "Meditação e Ciência", da pesquisadora Prof. Dra. Elisa Harumi Kozasa (Universidade Federal de São Paulo) - sujeito à confirmação
3) 28-31 dezembro - Retiro de Encerramento do Ano

4) 31 dezembro -  Zazen e Cerimônia de Final de Ano e Entrada de Ano Novo (aberta a todos)
5) 8 a 12 fevereiro 2013 - Sangaku Sesshin 2013 - Jisui Zendô (Feriado de Carnaval)
6)  7 março 2013 - Início de Módulo 2, Fundamentos do Zen (Aula Inaugural Gratuita)
7) 31 março 2013 - 
CozinhaZen - Almoço Beneficiente (aberta a todos)

Atividades Regulares durante a semana (casa-sede - Jisui Zendô): 
2as feiras: descanso
3as feiras: 09:30 hs - Zazen e Leitura de Sutra (aberto a todos)
                  19:30 hs - Zazen (aberto a todos)
4as feiras: 19:30 hs - Introdução ao Zen (para iniciantes)
                  20:00 hs - Zazen (aberto a todos)
5as feiras: 09:30 hs - Zazen, Serviço Matinal (aberto a todos)
                  19:30 hs - Zazen (aberto a todos)
                  20:00 hs - Aula da Monja Isshin: Fundamentos do Zen, Módulo I
                                    (para inscritos) (Módulo I : agosto a dezembro, 2012)
6as feiras: 09:30 hs - Zazen, Serviço Matinal (aberto a todos)
                  19:30 hs - Palestra para Iniciantes (aberta a todos)

Previsão Mensal:
1º Sábado do mês, 11:00 hs - Meditação na Usina (aberta a todos) 
1º Sábado do mês, 14:00 hs - Fukudenkai (Costura Budista) - aberta a todos, doação sugerida: R$ 10 (não-associados/não cotistas)
1º Sábado do mês, 18:00 hs - Palestra do Darma - O Zen na Prática - Monja Isshin - somente Membros-Praticantes
1º Domingo do mês, 14:00 hs - Curso dos Preceitos (turma fechado)
2º Sábado do mês, 18:00 hs - ArteZen (com projetor tipo Datashow) (aberta a todos)
2º Domingo do mês, 14:00 hs - TaikoZen aberto a todos, doação sugerida: R$ 10 (não-associados/não cotistas)
3
º Sábado do mês, 11:00 hs - Meditação na Usina (aberta a todos)
3º Sábado do mês, 18:00 hs - Palestra do Darma -  O Zen na Prática - Monja Isshin (aberta a todos)
3º Domingo do mês, 14:00 hs - Baika (Música Budista) - aberto a todos, doação sugerida: R$ 10 (não-associados/não cotistas)
4º Sábado do mês impar, 17:00 hs - Mini-Zazenkai - aberto a todos, doação sugerida: R$ 20 (não-associados/não-cotistas)
4º Sábado do mês par, 09:00 hs -  Zazenkai de Um Dia - aberto a todos, doação sugerida: R$ 50 (não-associados/não cotistas)/ R$ 30 (associados/cotistas)
4º Domingo do mês impar - Zazenkai de Um Dia (com início no Mini-Zazenkai de sábado com pernoite) - aberto a todos, doação sugerida: R$ 50,00 (não-associados/não cotistas, para a parte de Domingo)/ R$ 30 (associados/cotistas para a parte de Domingo)

Atividades periodicas:
CozinhaZen - Almoço Beneficiente (aberta a todos) - o próximo será no dia 31 de março 2013 ao meio-dia - convites R$ 25.
Jantar dos Fundadores (Grupo dos Fundadores da Sanga) - o próximo será no dia 23 de fevereiro 2013
Cerimônia de Equinócio (O-Higan-e - Cerimônia de Gratidão aos Antepassados e Lembrança dos Paramitas) - Realizada semi-anualmente, num domingo próximo aos equinócios de primavera e outono (aberta a todos)
Cerimônia de O-Bon (Cerimônia de Gratidão aos Antepassados e Alimentação dos Espíritos Famintos)  - Realizada anualmente no mês de julho ou agosto (aberta a todos)
 Zazen e Cerimônia de Final de Ano e Entrada de Ano Novo - realizado anualmente no dia 31 de dezembro (aberta a todos)

Retiros:
Sangaku Sesshin - feriado de carnaval
Rohatsu Sesshin - 1 a 8 de dezembro
Retiro de Encerramento do Ano - datas sujeitas à confirmação - este ano está previsto para os dias 28 a 31 de dezembro 

Zazenkai -  previsto para último final de semana do mês (ver programação)

Lembro a todos que a participação nas atividades pode ser integral ou parcial, pois os praticantes podem chegar e sair livremente, de acordo com as suas necessidades.

Zazen das Sangas Reunidas   
Zazen das Sangas Reunidas

domingo, 9 de dezembro de 2012

Nós, a sociedade que não suporta o mínimo de frustração...


GERAÇÃO COLHEITA FELIZ

 
Postado 5 de dezembro, 2012
No "Saindo da Matrix"

Escrito por "Acid"
Cientistas dizem que fazer malabarismo com e-mail, celular e outras fontes de informação muda a maneira como as pessoas pensam. Nossa concentração está sendo prejudicada pelo fluxo intenso de informação.
Esse fluxo causa um impulso primitivo de resposta a oportunidades ou ameaças imediatas. O estímulo provoca excitação - liberação de dopamina- que vicia. Na sua ausência, vem o tédio. Enquanto muita gente diz que fazer várias coisas ao mesmo tempo aumenta a produtividade, pesquisas mostram o contrário: As multitarefas dificultam a concentração e a seleção necessárias para ignorar informações irrelevantes. E mesmo depois que a pessoa se desliga, o pensamento fragmentado continua.
Para estudiosos de Stanford, a dificuldade de se concentrar só no que interessa mostra um conflito cerebral, que vem da nossa evolução. Parte do cérebro age como uma torre de controle, ajudando a pessoa a se concentrar nas prioridades. Partes primitivas, como as que processam a visão e o som, querem que ela preste atenção às novas informações, bombardeando a torre de controle.
Funções baixas do cérebro passam por cima de objetivos maiores, como montar uma cabana, para alertar sobre o perigo de um leão por perto. No mundo moderno, o barulho do e-mail chegando passa por cima do objetivo de escrever um plano de negócios ou jogar bola com o filho.
Mas outras pesquisas mostram que o cérebro também se adapta. Usuários de internet têm mais atividade cerebral do que não usuários. Eles estão ganhando novos circuitos de neurônios.
LER NA INTERNET
Em seu novo livro "The Shallows: What the Internet is Doing to Our Brains" o escritor norte-americano Nicholas Carr examina a história da leitura e a ciência de como o uso de diferentes mídias afeta nossa mente. Explorando como a sociedade passou da tradição oral para a palavra escrita e depois para a internet, ele detalha como nosso cérebro se reprograma para se ajustar às novas fontes de informação. Ler na internet mudou fundamentalmente a forma como usamos nosso cérebro.

A quantidade de textos, fotos, vídeos, músicas e links para outras páginas combinada com incessantes interrupções na forma de mensagens de texto, e-mails, atualizações do Facebook, tweets, etc fez com que nossas mentes se acostumassem a catalogar, arquivar e pesquisar informações. Desta forma, desenvolvemos habilidades para tomar decisões rapidamente, especialmente visuais. Por outro lado, cada vez lemos menos livros, ensaios e textos longos – que nos ajudariam a ter foco, concentração, introspecção e contemplação. Ele diz que estamos nos tornando mais bibliotecários – aptos a encontrar informações de forma rápida e escolher as melhores partes – do que acadêmicos que podem analisar e interpretar dados.
A ausência de foco obstrui nossa memória de longo prazo e nos torna mais distraídos. "Nós não nos envolvemos com as funções de interpretação de nossos cérebros", diz. Ele ainda afirma que, por séculos, os livros protegeram nossos cérebros de distrações, ao fazer nossas mentes focalizarem um tema por vez.

Com aparelhos como o Kindle e o iPad, que incorporam dispositivos digitais de leitura, tornando-se comuns, Carr prevê que os livros também mudarão. "Novas formas de leitura requerem novas formas de escrita". Se escritores suprem a necessidade crônica de uma sociedade distraída, eles inevitavelmente evitarão argumentos complexos que requerem atenção prolongada e escreverão de forma concisa e aos pedaços, Carr prevê.
Ele inclusive sugere um exercício para aqueles que sentem que a internet os tornou incapazes de se concentrarem: diminuam o ritmo, desliguem a web e pratiquem habilidades de contemplação, introspecção e reflexão. "É bem claro pelo que já sabemos sobre a ciência do cérebro que, se você não exercita habilidades cognitivas específicas, você acaba as perdendo. Se você se distrai facilmente, não pensará da mesma forma que pensa se você presta atenção".

Ou seja, estamos desenvolvendo uma nova raça humana, diferente na forma de pensar e interagir entre si e com as coisas ao nosso redor. O Homem desenvolve as ferramentas e acaba sendo moldado por elas, e tem sido assim desde a pré-história. Sem habilidade pra INTERPRETAR, ficaremos mais burros. Aliás, já estamos! Basta ver como nossa sociedade está alheia ao mensalão e como isso mal influenciou o resultado das eleições. Num tempo onde só recebemos as informações e estamos muito distraídos pra processá-las, para o Homer Simpson brasileiro o NÚCLEO PRINCIPAL de um partido ser condenado à prisão por fazer uma quadrilha pra desviar dinheiro público e comprar apoio político não significa que o mesmo partido (que inclusive apóia os membros da quadrilha) vá fazer isso uma vez eleito à prefeitura de sua cidade. Esse tipo de raciocínio realmente me impressiona, e me lembra do comercial da Apple em 1984, com a massa dominada de boca aberta em frente a um telão. Hoje não temos mais o domínio da TV, mas as massas continuam passivas, atadas a certas mídias seja por paixão ou manipulação.
Outra coisa que notei é a proliferação dos jogos casuais. Antigamente você tinha de levar seu videogame pra TV da sala (a única na casa), montar a caixinha RF atrás dela e jogar um jogo até o fim sem poder salvá-lo. Exigia tempo, esforço, treino, aperfeiçoamento. Vivíamos sem ver o final de muitos jogos, e sobrevivemos a essa frustração. Hoje podemos pegar o celular na fila do consultório e jogar pelo tempo exato até ser chamado. Com possibilidade de salvar o progresso, com continues infinitos, com uma curva de aprendizado fácil e o próprio jogo dá dicas de como superar as dificuldades. Não há comprometimento do jogador com o jogo, e o jogo é que implora por sua atenção, lhe dando itens, ouro, badges e outras bugingangas pra que você se sinta feliz "ganhando". Joguei Draw Something com algumas pessoas no exterior e enquanto estávamos acertando um o desenho do outro tudo ia bem. 10, 20 rounds se passavam com trocas diárias de desenho. Mas bastava perder uma vez e o placar voltar pra zero pra nunca mais ver essa pessoa de novo. Pessoas criadas a leite com pêra, que nunca jogaram River Raid e não suportam o mínimo de frustração.
Essa é a geração - ou melhor, sociedade - "Colheita feliz", cada vez mais reagindo somente a estímulos, com o cão de Pavlov.
E a espiritualidade, como fica? Todos sabemos que o contato interno com o Divino depende da meditação, da introspecção. Será que a verdadeira espiritualidade vai se perder, desta vez não por proibições, mas sim por pura falta de capacidade das pessoas? Ou ficará esquecida num mar de informações irrelevantes?

sábado, 8 de dezembro de 2012

É natural sermos egoístas... até que vemos uma alternativa.

Publicado com o título "Vidas mais amplas"




É natural sermos egoístas, querer o que queremos; e inevitavelmente somos egoístas, até que vemos uma alternativa. A função do ensinamento em um centro como este é ajudar a vermos a alternativa e nos perturbar em nosso egoísmo.

Enquanto estivermos capturados pelo primeiro ponto de vista, governados pelo desejo de se sentir bem, em êxtase ou iluminado, precisamos que nos perturbem. Precisamos ficar incomodados. Um bom centro [de darma] e um bom professor auxiliam nisso.

Não venha a este centro para se sentir melhor, não é para isso que esse lugar serve. O que quero são vidas que se tornam mais amplas, para poder cuidar de mais coisas, de mais pessoas.

Por Charlotte Joko Beck (EUA, 1917 ~ 2011) em “Nothing Special”, loc. 873


CHARLOTTE JOKO BECK ~ Professora de Zen, foi responsável pelo Centro Zen de San Diego ("San Diego Zen Center"). Na década de 60 treinou com os Roshis Hakuun Yasutani e Soen Nakagawa. Em 1983 transformou-se na terceira Herdeira do Dharma de Roshi Hakuyu Maezumi do Centro Zen de Los Angeles ("Zen Center of Los Angeles"). Atualmente ensina em San Diego, EUA.

Charlotte Joko Beck transmitiu o Dharma para os seguintes discípulos: Larry Christensen; Anna Christenson; Elizabeth Hamilton; Barry Magid; Elihu Genmyo SmithDiane Eshin Rizzetto

É autora de dois livros: Everyday Zen: Love and Work (Sempre Zen: Como Introduzir a Prática do Zen em Seu Dia a Dia), 1989. Nothing Special: Living Zen (Nada Especial: Vivendo Zen),1994.

Um capítulo que discute seu trabalho pode ser encontrado no livro de L. Friedman, "Meetings with Remarkable Women: Buddhist Teachers in America" (Reuniões com mulheres notáveis: Professores budistas na América), 1987. Boston & Londres: Shambhala.Charlotte Joko Beck e seus Sucessores do Dharma iniciaram em 1995 a Escola Zen da Mente Comum ("Ordinary Mind Zen School").

Joko Beck faleceu dia 15 de junho de 2011, às 07h30, aos 94 anos. Deixando quatro filhos naturais e um incontável número de filhos no Dharma. 
De acordo com a conta no 
Twitter da professora de Zen Joan Halifax Roshi, as últimas palavras da professora Joko Beck foram:

“Isto também é maravilha.” 
(“This too is wonder.”)

Uma aluna da Monja Isshin indicou uma excelente entrevista (em inglês) da Joko Beck da edição de verão, 1998 da revista Tricycle, comentando “Recomendo essa entrevista pra quem quiser conhecer o estilo corajoso e “direto ao ponto” de Joko: “Life’s not a problem” (A vida não é problema).

. ler uma palestra de Joko Beck: A Função de um Centro Zen