quinta-feira, 10 de setembro de 2015

TED - Suzana Herculano-Houzel - O que Existe de Tão Especial Sobre o Cérebro Humano?

Postado originalmente por "Sociedade Científica"


A neurocientista Suzana Herculano-Houzel dando um verdadeiro show na palestra do TED global em 2014.

Resultado de imagem para Suzana Herculano-Houzel
O cérebro humano é um enigma... ele é curiosamente grande em relação ao tamanho de nosso corpo, consome uma quantidade imensa de energia para o seu peso e tem o córtex cerebral bizarramente denso. Mas: por quê? A neurocientista Suzana Herculano-Houzel põe seu chapéu de detetive e nos conduz por esse mistério. Ao fazer "sopa de cérebro", ela chega a uma conclusão surpreendente. 

Sobre as perguntas mais frequentes em relação à apresentação, a neurocientista responde:
"Acho curioso como os comentários mais populares, no site do TED, são de apenas dois tipos: (1) "Mas se é a cozinha que nos tornou humanos, com tantos neurônios, como foi que um ancestral com menos neurônios conseguiu inventar a cozinha?" e (2) "Sei não. Conheço pessoas que só comem comidas cruas. Isso não prova que você está errada e o cozimento não é necessário para conseguirmos calorias suficientes?". 

Minha resposta à pergunta número 1: controlar o fogo para cozer alimentos é semelhante a usar ferramentas. Antes de inventar o cozimento, mais de 2 milhões de anos atrás, nossos ancestrais, com um tamanho encefálico (e portanto supostamente número de neurônios) semelhante ao de grandes primatas atuais, já sabiam usar ferramentas (como grandes primatas atuais também sabem). Mais importante do que isso, contudo, nossos ancestrais a essa altura já sabiam não só usar pedras naturais como ferramentas, como já tinham sacado como transformar pedras em ferramentas mais eficazes. Ou seja: já existia uma cultura de manipulação de objetos naturais como ferramentas. Os grandes primatas e seus ancestrais, talvez por razões aleatórias, não chegaram a esse ponto. Portanto, minha resposta é: "o número de neurônios dos nossos ancestrais provavelmente já era suficiente para eles conseguirem usar e manipular ferramentas, como grandes primatas atuais, mas à diferença destes, nossos ancestrais já tinham uma cultura de uso de ferramentas. Daí a manipular o fogo deve ter sido um pulo pequeno o suficiente para ser possível".

Quanto a 2: sim, é possível sobreviver com uma dieta exclusivamente crua hoje em dia - mas somente porque nossos antepassados, com calorias asseguradas pela cozinha (ou algum outro truque, como comer medulas ósseas e cérebros), criaram agricultura, pecuária, sistemas de distribuição e armazenamento de alimentos, supermercados e geladeiras. Imagine comer apenas alimentos crus *E* que você teve que caçar, ou catar, ou mesmo colher. Duvido que sobrasse tempo suficiente. Aliás, este é o experimento apropriado para testar nossa dependência da cozinha para conseguir calorias suficientes: voltar à savana e comer apenas comida crua *naquele ambiente*. Quero só ver... Aliás, a quem interessar possa: obter calorias suficientes com uma dieta crua é tão difícil que esta é *A* dieta para perder peso de eficácia assegurada pela ciência."

Assista o vídeo e pense:



 Legendas de Luc Anderssen

Suzana Herculano-Houzel é uma neurocientista brasileira conhecida por seu trabalho de divulgação científicaGraduada em biologia, possui mestradodoutorado e pós-doutorado em neurociência. É professora universitária, escreveu diversos artigos, livros e participou de programas de TV. Seu principal campo de pesquisa é neuroanatomia comparada; suas descobertas incluem um método de contagem de neurônios em cérebros humanos e de outros animais e a relação entre a área e espessura do córtex cerebral e o número de dobras em sua superfície.


Postar um comentário