segunda-feira, 12 de setembro de 2011

"O Budismo não tem dogmas, não preconiza um Criador ou uma divindade e não se baseia em uma fé, exceto na de que o homem, por seus próprios meios, pode despertar de suas ilusões.


O Budismo descarta almas, espíritos ou sementes permanentes que encarnem, sendo a crença de que o Budismo seja reencarnacionista mais uma transferência de axiomas de outras religiões.


Para o Budismo é a mente em funcionamento que cria a sensação de identidades pessoais.


Em especial, para o Zen-Budismo, o Budismo é uma religião de despertar, não uma religião de acreditar"






Monge Meihô Genshô / Extraído de "Cartas", revista Veja nº 1998, p. 37, 07-03-2007.
Postar um comentário