quinta-feira, 3 de março de 2011

Qual o significado de Transmissão de Darma?


Qual o significado de Denpô (Transmissão de Darma)?

março 1, 2011 às 12:06 pm


 Publicado  no Blog da Monja Isshin.



foto: Antaiji
A Transmissão de Darma (denpô, 伝法) representa a finalização do treinamento formal de um monge no Soto Zen (o treinamento “verdadeiro” continua durante toda a vida). O “zagen” (monge-aprendiz) passa para a graduação de “rikishô“, ou monge plenamente formado.
Nesta graduação, o monge possui a autoridade plena necessária para oficiar casamentosbatizados, benções em geral, enterros, e outras cerimônias religiosas.
Em princípio, a Transmissão de Darma significa o reconhecimento, por parte do professor, de “realização” e compreensão/aplicação do Darma, por parte do aluno. Representa uma declaração “pessoal” do professor da qualificação do aluno e sua entrada na Linhagem no Darma (hôkei, 法系) de sucessão do professor.


Há linhagens “fortes”, onde a exigência, por parte do professor, para dar a Transmissão de Darma para um aluno, é bastante alta, mas também existem casos onde a transmissão chega a ser dada basicamente para permitir que uma determinada pessoa assuma como monge titular (jûshoku) de algum templo. Mesmo assim, há requisitos rigorosos de treinamento da escola Soto que devem ser cumpridos para uma pessoa tornar-se um Jûshoku..


Como parte do processo de transmissão, o aluno reverencie os ancestrais de sua linhagem, escreve certos documentos e recebe vários ensinamentos – geralmente num retiro individual de sete dias (chamado “Shihô” 嗣法) – finalizando com duas cerimônias (não abertas ao público): a Transmissão dos Preceitos do Bodistava, (“Denkai” 伝戒) e a Transmissão do Darma (“Denpô” ou “Denbô” 伝法), propriamente dito, no qual o aluno torna-se herdeiro do darma do seu professor e sucessor dele.


No Soto Zen, há três etapas importantes no treinamento de um monge. O aluno pode ter, oficialmente, um professor diferente para cada etapa ou pode realizar todas as três etapas com o mesmo professor. O primeiro professor é o Professor de Ordenação (“jugôshi” ou “shishô“). O segundo é o Professor do Levantamento da Bandeira do Darma, que oficia a Cerminônia de Combate de Darma do aluno (“hôdôshi“), e o terceiro é o Professor de Transmissão de Darma, que é considerado o “Professor Verdadeiro” (“honshi“).


Nas cerimônias de shihô, o aluno presta homenagem ao professor, com numerosas reverências. Mas há um momento no qual o professor presta homenagem ao aluno, numa certa “inversão” dos papéis.


Por isso, é indispensável que haja afinidade, respeito e confiança mútua entre o professor de transmissão e o aluno. Caso contrário, não poderá haver uma transmissão verdadeira, uma vez que, simbolicamente, passa a circular a mesma sangue nas veias do professor e aluno (que também seria a mesma sangue do todos os mestres da linhagem). Quando há uma transmissão verdadeira, os dois passam as ser, simbolicamente, iguais no despertar – e “Uno” com todos os mestres da linhagem.


A Transmisão de Darma é seguida ainda por outras formalidades: “Ten-e” e “Zuise“. Na troca do manto (“Ten-e“), o novo monge formado deixa de usar o manto preto de “unsui” (monge-em-treinamento) e passa a vestir o manto colorido – geralmente marrom – de monge plenamente formado. Se tiver completado a sua prática num mosteiro oficial de treinamento, poderá agora solicitar a autorização para a realização de cerimônias formais nos dois templos sede (Zuise 瑞世, nos templos Eiheiji e Sôjiji), que representarão o seu ingresso público como monge plenamente formado na Ordem Monástica do Soto Shu (Escola Soto Zen).


Também é definida, na hora do “Zuise“, a sua graduação como Professor de Darma (“Sensei” 先生), de acordo com o seu tempo de prática em mosteiro de treinamento oficialmente reconhecido.


Passa a possuir, agora, a qualificação mínima que o dá a possibilidade de seguir para a próxima graduação monástica (Oshô 和尚) ao assumir a plena responsabilidade por um templo, tornando-se Monge Titular ou Jûshoku (住職).

Traduzindo um texto da Internet:
Genko Michel Dubois (esquerda) e Dennis Genpo Merzel: a realização de "mente a mente" numa cerimônia Shihô em Dubois.
“Shihô (嗣法) refere-se a uma série de cerimônias em Soto Zen Budismo em que um monge-aprendiz (zagen) recebe a plena ordenação como herdeiro do darma de seu mestre com poderes para transmitir os preceitos e a linhagem para os outros. Uma cerimônia de shihô pode durar de uma a duas semanas, com a cerimônia final composta de duas cerimônias específicas. O primeiro é a transmissão dos preceitos do mestre para o aluno, conhecido comodenkai (伝戒), onde o mestre confirma que o aluno tenha manifestado os preceitos no seu dia-a-dia. Nesta cerimónia, o aluno torna-se, “o sangue de Buda”. A segunda, denpô (伝法), é a cerimônia de Transmissão do Darma, onde o aluno herda o Darma e se torna habilitado a transmitir a linhagem. Na cerimônia denpô, o aluno torna-se um ancestral da tradição e recebe um manto e a tigela, entre outros objetos. Também durante a cerimônia de denpô o aluno recebe um certificado de “Shoshike” (que lhe confere a autoridade de realizar Jukai) e também os documentos conhecidos como as “Três Insignias de Transmissão” (Sanmotsu): “shisho” (certificado de herança), “odaiji” (um diagrama que simboliza o Assunto Grande) e “kechimyaku shoden”(linhagem de transmissão do Darma). Após a conclusão destas cerimônias o novo professor se torna independente.”

Texto original (em inglês)

Ler:


Ler também: What does it take to become a full-fledged Soto-shu priest?  (em inglês)
. Part 1: Monk´s ordination, risshin and dharma combat
. Part 2Ten points to keep in mind about dharma transmission
. Part 3: Ten-e and some words about Zui-se
. Part 4: Zui-se – abbot for the night
. Part 5: Sessa-takuma - ango as life in a rock grinder. Part 6: Muhô the Zen Nazi
Postar um comentário