quinta-feira, 23 de maio de 2013

Nerdisse pouca é bobagem: Sir Arthur Conan Doyle e o "médico" Sherlock Holmes

Sir Arthur Ignatius Conan Doyle DL (Edimburgo, 22 de maio de 1859 há, 7 de julho de 19301) foi um médico e  escritor britânico, nascido na Escócia, mundialmente famoso por suas 60 histórias sobre o detetive Sherlock Holmes , consideradas uma grande inovação no campo da literatura criminal. Foi um escritor prolífico cujos trabalhos incluem histórias de ficção científica, novelas históricas, peças e romances, poesias e obras de não-ficção.

Pouca gente sabe mas o personagem mais famoso do Sir Conan Doyle era baseado em uma pessoa REAL. O Dr. Joseph Bell (foto).

Joseph Bell, foi um famoso professor na Faculdade de Medicina da Universidade de Edimburgo , no século 19. Era bisneto de um cirurgião forense e em sua instrução, enfatizava a importância da observação atenta como ferramenta para fazer um diagnóstico. Para ilustrar isso, ele costumava pegar um estranho e, ao observá-lo, deduzir a sua ocupação e atividades recentes. 
Estas habilidades o levou a ser considerado um pioneiro na ciência forense ( patologia forense em particular) no momento em que a ciência ainda não era amplamente utilizada em investigações criminais. 
De acordo com Irving Wallace, Bell foi envolvido em vários inquéritos policiais, principalmente na Escócia, como o Mistério de Ardlamont  de 1893, geralmente com papel decisivo como especialista forense.

Arthur Conan Doyle conheceu Bell, em 1877, foi seu aluno e atuou como seu secretário/assistente no Edinburgh Royal Infirmary . Doyle, ja nesta época, passou a escrever uma série de histórias populares em que construía o futuro Sherlock Holmes, com as mesmas ferramentas ensinadas pelo seu professor e, anos mais tarde, declarou que seu Holmes foi vagamente baseado no Bell e seus caminhos observadores.







A rede de TV BBC 
de Londres, em 2000/2001, produziu a série de televisão “Murder Rooms: The Dark Beginnings of Sherlock Holmesum relato romanceado dos tempos em que Doyle serviu como assistente de Bell logo após se formar médico. A série apresenta as investigações criminais de Bell, bem como o grau de identificação entre ele e o Holmes que nasceria anos mais tarde. Bell (interpretado por  Ian Richardson ), é notadamente um Holmes grisalho e Doyle é posicionado no papel de um  Dr. Watson  de Bell. Bell era consciente desta inspiração e revelou algum orgulho por ela (ele não conheceu a extensão do significado de Holmes para a literatura).
 Ian Richardson como Bell e Robin Laing como Arthur Doyle 
 



Postar um comentário