segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Por favor: Comece agora!

Longchenpa (Tibete, séc. XIV):
Você está considerando sua vida como algo real, mas isso vai te enganar.


Sua natureza está mudando e ela não tem nenhuma realidade.


Ao compreender seu caráter não confiável,


Por favor, pratique o Dharma começando exatamente hoje.

Mudança é a natureza dos amigos, como uma reunião de convidados.


Eles se juntam por um tempo mas logo se separam para sempre.


Ao se libertar do apego aos amigos,


Por favor, pratique o Dharma que te beneficia para sempre.

Bens são como o mel que escorre assim que você pega.


Embora você tenha trabalhado para adquiri-los, outros vão desfrutar deles.


Agora, enquanto você pode, invista no sustento de suas vidas futuras,


Ao acumular mérito com doações e caridade. [...]

Pessoas são impermanentes como grupos de visitantes que chegam cedo ou tarde.


Os idosos se foram mais cedo. Os jovens irão mais tarde.


Pessoas do presente, nenhuma delas viverá por mais cem anos.


Por favor, compreenda a natureza da impermanência neste exato momento.

As aparências desta vida surgem como os eventos do dia de hoje.


As aparências do estado intermediário [entre vida e morte] surgem como os sonhos da noite.


As aparências da próxima vida surgem tão rápido quanto o amanhã.


Por favor, pratique o Dharma neste exato momento. [...]






Masters of Meditation and Miracles, citado por Tulku Thondup.
Postar um comentário