terça-feira, 24 de abril de 2012

Duas rodas e um clic







A gente aprende a andar de bicicleta ainda criança, quando nosso pai nos solta (sem que a gente perceba) e pedalamos livremente por metros e mais metros, até perceber que estávamos sozinhos e cair. Choramos, nos damos conta que podemos nos equilibrar e depois tantos outros tombos, finalmente adquirimos confiança para desbravar as mais ameaçadoras calçadas da vizinhança.


Andar de bicicleta é tão bom que é difícil entender por que deixamos de praticar. Em que momento ficar dentro de um carro nos tornou mais atraente do que estar em equilíbrio com o próprio corpo? Em que horas nós crescemos e começamos a andar em carros com películas ou no ônibus, sem desgrudar um minuto do celular, e deixamos de olhar o mundo acontecendo ao nosso redor?


Você sabe quantas lojas existem na sua rua? Como são os seus vizinhos? Quem sabe o amor da sua vida pode estar do seu lado, mas você não percebeu porque estava atualizando o Facebook no tablet. Já pensou?


Então, se tudo o que eu escrevi até agora não te convenceu a andar de bicicleta, quem sabe essas fotos consigam.










Eu sei que você não mora em Nova York (e se morar, meus parabéns), mas vocês podem ver que são imagens que poderiam ser feitas em qualquer cidade.


Encontrei essas fotos no site timsklyarov.com.


 Por Denise Dambros em 22 de abril de 2012
Postar um comentário