terça-feira, 29 de maio de 2012

Já parou para pensar na própria morte? - Carta Potiguar

Já parou para pensar na própria morte? - Carta Potiguar:


postado por
Felix Maranganha

 "O medo da morte é um sentimento basilar dos instintos humanos. Dizem por aí que ninguém em sã consciência procura a morte. Talvez por isso considerem o suicídio e o heroísmo uma loucura. O medo da morte é uma reação instintiva a momentos de perigo, é o que nos mantém vivos. O problema da espécie humana é que aprendemos a ter medo da morte mesmo em situações de segurança extrema. O tempo todo pensamos nela, mesmo quando não somos conscientes disso. Desenvolvemos cultura, religião, arte, política, tudo por medo da morte, na esperança de que sobrevivamos a ela, ou que deixemos algo que sobreviva a nós. A vida é para poucos: é preciso coragem para experimentá-la em sua plenitude."

'via Blog this'
Postar um comentário