sexta-feira, 7 de setembro de 2012

O Mistério do Zen

Certa vez, Huang Shan-ku perguntou ao mestre Hui-t'ang:

"Por favor, Mestre, diga-me qual é o significado oculto do Buddhismo?"
O Mestre replicou:
"Kung-Tzu (Confúcio) disse: 'Pensais que estou escondendo coisas, ó meus discípulos? Na verdade, não escondo nada de vocês'. O Zen também não tem nada de oculto. A Verdade já está revelada."
"Não enten...!" estava dizendo o homem. Mas o mestre fez um gesto de silêncio e disse:
"Não digas nada!"
Huang Shan-ku ficou confuso. O Mestre então ergueu-se e convidou-o a seguí-lo até o sopé de uma montanha. Eles caminharam em silêncio. Lá chegando, o Mestre perguntou:

"Sentes o suave aroma dos ciprestes?"
"Sim," disse o outro.
"Como vês, também eu não escondo nada de ti."



Mestre Hui-t'ang Tsu-hsin, segundo registros históricos teria vivido entre os anos 1025-1100 da era atual. Tem a grafia do seu nome traduzida também como Huanglong, ou Huitang Zuxin, ou Oryu Maido Soshin.

Teria sido herdeiro de Dharma de Huanglong Huinan e transmitiu o Dharma para Linguan Weiqing, Shuanling Hua e Baofu Benguan. Foi professor de Shanku Huang.

Hui-t'ang Tsu-hsin ficou conhecido pela passagem do "ensinamento do punho", quando ensinou elevando um punho e dizendo: "Se tu chamas isto um punho irás exagerar. Se tu dizes que não é um punho não acertarás a meta."

Referências extraídas de "Ensinos do Mestre Zen Anzan Roshi" (texto compilado pelo Ven. Jinmyo Fleming ino e traduzido ao Português por Claudio Miklos.
Postar um comentário