terça-feira, 7 de junho de 2011

Atenção ex-servidores da FUGAST:


Ola Colegas,
 
Sexta-feira passada tivemos audiência com os Procuradores do Ministério público do Trabalho (MPT), estes tentam um Ajuste de Conduta com o Governo Estadual no sentido de comprometer o Governo Tarso em pagar as rescisões. Os procuradores entendem que a noticia veiculada na ZH da semana passada, onde o Governo afirma que mandará um projeto para Assembleia aprovando o pagamento das
rescisórias, é uma resposta a pressão daquele Ministério. Além disso, ficaram de marcar nova reunião com o Estado para confirmação da intenção.
 

Ontem tivemos uma Assembleia Geral dos servidores da Fugast, tivemos a presença de + ou - 60 pessoas, onde deliberamos pela retomada das atividades de rua, Atos públicos e etc...


Hoje pela manhã diversos colegas da Fugast estiveram na Assembleia Legislativa,  para acompanhamento da PEC. Lamentavelmente mais uma vez nada aconteceu, ou melhor, não colocaram em votação a nossa Proposta de Emenda.
 

Por outro lado, os jornais noticiam no dia de hoje mais irregularidades no Governo Tarso.
 

No Correio do Povo, 07 de junho de 2011 : "Lideranças políticas foram ao TJ denunciar irregularidades em recentes nomeações de 205 CCs no Governo do Estado". "Tais Lideres afirmam que estas nomeações não estão de acordo com a Lei e as definem como Inconstitucional". Em quatro anos estes cargos consumirão R$ 50 Milhões do erário Público.
 

Não é dificíl constatar a verdadeira face do Governo Tarso, nomeia de forma irregular mais 205 CCs, como se não bastasse os já existentes. Os rendimentos destes afortunados, dariam muito bem para manter os salários daqueles que realmente trabalham, no caso os demitidos da Fugast. Mas Tarso não está interessado em salvar trabalhadores, prefere CCs que lhe garantem, no futuro, um exército eleitoral.


COLEGAS NÃO PODEMOS TOLERAR ESTES DESMANDOS, NOSSA LUTA DEVE CONTINUAR. NA PRÓXIMA SEGUNDA-FEIRA TODOS AO PALÁCIO PIRATINI ÀS 9H DA MANHÃ.

João Ezequiél - Diretor do Simpa 
Postar um comentário