quarta-feira, 1 de junho de 2011

Demitidos da Fugast...

Vai para a assembléia na próxima semana o projeto que autoriza o governo do Estado a liberar recursos para pagamento das recisões de contrato dos trabalhadores "demitidos da Fugast".


A Informação foi dada ontem pelo deputado Raul Pont.


O governo se comprometeu com o Ministério Público do Trabalho a Encaminhar um projeto à Assembléia para Resolver o Impasse.


Zero Hora (Impressa)





O Diretor do Simpa me mandou este informe:

"Colegas, todos sabem que no último periodo estive, junto com os demais diretores, na liderança da greve dos municipários, 
um movimento empolgante e forte, que obteve um pequeno avanço no índice salárial desta categoria para o ano de 2011.

Na verdade mereciamos mais do que os 8,16% (parcelados) oferecidos por Fortunati, mas como de costume, o Governo municipal foi miserável, 
ao menos conseguimos mais de 16% para aqueles que ganham abaixo do salário mínimo na prefeitura que hoje somam mais de 3000 servidores.

Temos ainda a tarefa de fiscalizar para que nenhum grevista tenha desconto em seu contra-cheque referente aos dias parados, acordo assumido pelo prefeito.
 
Bem, mas a greve terminou e agora posso retomar a luta ao lado dos trabalhadores da Fugast. 

O movimento tem que retomar sua força. 


 
Aqui vão algumas informações atuais:

Aguardamos, ainda para esta semana, uma audiência entre os sindicatos e o "Procurador do Ministério Público do Trabalho" para debatermos a realidade do compromisso do Governo do Estado em pagar as rescisões.

Além disso teremos reunião ampliada na próxima segunda-feira às 11h no sindisprev, onde daremos relato a todos os trabalhadores da Fugast sobre esta audiência com o Procurador, além de debatermos os rumos do movimento.
 

Os que ainda querem lutar, contem comigo."
 
João Ezequiél - Diretor do Simpa
Postar um comentário