domingo, 29 de janeiro de 2012

“Espiritualidade Inclusiva – a aceitação da comunidade LGBT pelas religiões no Brasil” no Fórum Social Temático


Paulo Stekel
“Espiritualidade Inclusiva – a aceitação da comunidade LGBT pelas religiões no Brasil”, foi a palestra proferida hoje, 25 de janeiro na Usina do Gasômetro, em Porto Alegre pelo professor, jornalista e músico Paulo Stekel (foto)

Esta foi a primeira palestra pública do Movimento Espiritualidade Inclusiva, e integrou parte das atividades autogestionárias do Fórum Social Temático (FST), que se realizará entre 24 e 29 de Janeiro em quatro cidades da região metropolitana da capital gaúcha – Porto Alegre, Canoas, São Leopoldo e Novo Hamburgo.



A proposta é trabalhar a visão inclusiva da espiritualidade – aquela que considera os direitos religiosos da comunidade LGBT como um fator de inclusão e justiça social na sociedade brasileira, buscando inserir os gays e todos aqueles que expressam a diversidade de orientação sexual numa religiosidade sem o preconceito fundamentalista que se tem observado em nosso país.



Quem quiser conhecer melhor o movimento, acesse o blogue Espiritualidade Inclusiva, que congrega textos de várias tradições espirituais e sua visão sobre a natureza homossexual, e também relatos do público presente sobre suas experiências religiosas.

Postar um comentário