domingo, 22 de janeiro de 2012

Vídeo: Aparências…


Por Monja Isshin.

Tags: 

arte de Oleg Shuplyak
Esta pintura, ao meu ver, retrata perfeitamente o Vazio dos Cinco Agregados (Sutra do Coração da Grande Sabedoria).
O artista, Oleg Shuplyak, é um pintor talentoso ucraniano que usa imagens ocultas para transformar suas obras em alucinantes ilusões de óptica.

Arquiteto por formação, dedicou sua vida a “não concepção” de edifícios e estruturas, pintura e ensino. Atualmente, ensina desenho e pintura na escola de arte para crianças em uma pequena cidade ucraniana – Berezhany.

Acabo de retornar de um retiro no CEBB (Centro de Estudos Budistas) com o norte-americano Alan Wallace sobre a meditação Shamatha e Vipassana no método Dzogchen da escola Nyingma do Budismo Tibetano, onde pude observar as grandes semelhanças, no meio das diferenças (meios hábeis) entre este método e o método Soto Zen. O método baseia-se na tomada da “mente como caminho para a liberação”. Para citar um pequeno trecho do texto que estudamos durante o retiro, transcreo o seguinte: “Portanto, espaço, eu, os outros e todos os objetos dos sentidos têm um só sabor; certamente não são separados. 

Além disso, é a luminosidade do próprio espaço, e nada mais, que faz com que as aparências se manifestem. A natureza essencial da mente e sua base é o próprio espaço. Várias aparências ocorrem no reino da cognição mental – consciência límpida, clara e sempre presente. A manifestação dessas aparências é como reflexos em um espelho ou imagens de planetas e estrelas numa poça de água límpida e clara.”

Isto é Dzogchen! Isto é Zen!

Site do artista (na língua original ou com tradução do Google).

Postar um comentário